Bonfim

Um blogue de vitorianos

domingo, julho 15, 2007

Zeca

Um cartão vermelho foi roubado. Um crime? Um acto de loucura? Uma partida? Não, foi simplesmente uma amostra de todo o potencial para ser um verdadeiro jogador de topo do ex-júnior do Vitória, que figurou no ataque da selecção portuguesa de sub-20 nas últimas semanas: Zequinha. Foi a finta especial de Zequinha. Ah, que belo nome, Zequinha, três sílabas de puro prazer. Nunca foi tão giro a um comentador dizer o nome de um jogador como se diz o de Zequinha. Parece mentira um ponta-de-lança chamar-se assim. Poderia ser jogador do Botafogo. Poderia ser avançado da «Canarinha». Mas não é. E, pelo que vi nos jogos de sub-20, nunca será. Será, provavelmente, o Zequinha dos Cartões Vermelhos, hipotético João Pinto dos Árbitros num futuro próximo. Mas nunca o Zequinha jogador que o Zequinha miúdo quis ser.

1 Comentários:

  • Às 5:29 da tarde , Anonymous CARAPAU MANTEIGA disse...

    Caso não saibas, o nome Zequinha vem do pai, o Zeca da lota. Aquele individuo gordo que estava na bancada descoberta sempre a gritar para o camatote coberto.

    O Zeca, é vitoriano a 300%!!. Mais setubalense tipico e verdadeiro, não existe.

    Não foi pelo pai de o filho foi para o Porto. Foram os então dirigentes "vitorianos" e pseudo-empresários que os levaram á certa com promessas de um grande futuro.

     

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial